O noroeste da Escócia é infelizmente “ignorado“ na grande maioria das viagens a este país. Normalmente nos limitamos a Edinburgh e no máximo a uma passadinha nas Highlands. Na minha terceira viagem a Escócia estava mais do que decidida a visitar esta área até entao “desconhecida”.

Esta regiao é conhecida pelo nome de Royal DeesideRoyal porque a Rainha Vitória se apaixonou pela regiao e comprou o castelo de Balmoral que fica no vale do Rio Dee.

Essa regiao tem muitas montanhas, castelos, vilarejos charmosos e um povo muito receptivo.

Nossa base foi num B&B muito fofo em Braemar pertinho do castelo da Rainha. De acordo com os nativos, Your Majesty volta e meia dá os seus passeios para aquelas bandas bem informalmente no verao. O vilarejo de Braemar parou no tempo e representa uma típica cidadezinha interiorana com sua igreja, lojinhas etc. Nem sinal de stress.

Para quem gosta de natureza e caminhadas este é o lugar certo. Um exemplo é a caminhada ao longo do rio Linn of Quoich, passeio favorito da rainha Vitória.

Esta regiao está repleta de castelos e há até a “Rota dos Castelos”. Entre os mais visitados lógicamente estao a residência de verao da Rainha ( Balmoral Castle ) e o Castelo de Crathes. Só a entrada pode ser um pouco salgada- 15 libras por pessoa.

Os jardins de Crathes sao uma atracao a parte.

 Outra grande atracao para os aficionados por whisky sao as famosas destilarias que ficam perto uma das outras. Os fabricantes de Ballenties & Companhia também já descubriram o filao turistico e assim como os castelos, há também a malt whisky trail.