O sul da França é um dos destinos mais populares no verão, mas resolvemos fazer o contrário e conhecer esta linda região no final de dezembro. Na verdade nosso destino final seria a Espanha para visitar familiares e como a França “estava no meio do caminho”, decidimos passar alguns dias na Provença.

p1020565

 Tudo é muito pitoresco e rural, mas o charme francês  torna tudo très chic , imagino que no verão com os campos de lavanda a região triplica em cores, sensações e impressões. Não é a toa que os grandes mestres impressionistas retrataram o efeito da luz e das cores deste lugar.

p1020569

 

Enfim, desta vez foi sem lavanda, mas também sem a horda de turistas que lotam esta parte do país e inflacionam os preços. Tivemos muita sorte com o tempo: 15 graus com sol e tivemos alguns vilarejos só para nós, alguns pouquíssimos turistas aqui e ali, mas nada de zilhões de ônibus de turismo.

Nossa base foi em Coullion que é perto de todos os lugares interessantes. Ficamos no hotel Troppin 70 euros com garagem, mas sem café da manhã.

p1020561

 

A regiao de Luberon é imperdível, também retratada no livro de Peter Mayle. Repleta de campos de lavanda, árvores frutíferas, vinhedos e várias villages perchés: os vilarejos tão charmosos e acolhedores no topo das montanhas com suas vistas deslumbrantes.

p1020562

 Na verdade a região de Luberon é um parque natural regional que antes das tintas sintéticas vivia da estração de ocre. Na cidade de Roussilon se pode ver as rochas com tons avermelhados e alaranjados.

p1020577

 

p1020578

Roussilon é um vilarejo charmoso e  todas suas casas vão do laranja ao vermelho carmim, estar em Roussilon ao pôr do sol sentado num café sem fazer absolutamente nada, são momentos como este que não tem preço numa viagem…

p1020580

 

Outra jóia que Luberon tem a oferecer é o vilarejo de Gorges com seu castelo do século XVI que hoje é um museu. Esta vila tem um panorama de perder de vista, andar por suas ruas é como voltar ao passado. As fotos falam por si mesmas.

p1020574

 p1020576

 

p1020570

Típico da Provença : janelas azuis

p10205661

Outra cidadezinha que vale a pena uma visita é St.Remy de Provence principalmente para os fãs de Van Gogh. Algumas pinturas dele foram inspiradas neste lugar. O centro é cheio de galerias e todos tentam atrair os turistas interessados em pintura. Há também várias lojinhas que são uma perdição para qualquer dona de casa: artigos de decoração, cozinha ( cozinhar é algo muito importante para os franceses ), enfim, com um toque provençal, nada de plástico, bugigangas made in china. Além das várias lojas de vinho que oferecem os seus produtos regionais.

 Arles já uma cidade maior que apresenta várias atrações e tudo pode ser facilmente explorado a pé. Esta cidade possui ainda ruínas romanas além da Arènes Romaines do século I. Anteriormente construída para lutas de gladiadores, com capacidade para 25000 pessoas, hoje em dia ela é utilizada para touradas ou festas regionais da cidade.

p1020582

Perto da arena estão os restos do teatro romano que servem de palco para o Festival de Arles no verão.

p1020583

Entretando Arles está intimamente relacionada com Van Gogh, foi ali que ele viveu durante 15 meses ( 1888/89 ) e se inspirou nos seus mais famosos quadros. A melhor atração de Arles é se perder pelas suas ruelas.

  p1020584