Depois da experiência inesquecível de Meteora rumamos em direção sul e depois de três horas estávamos em Delphi.

O sitio arqueológico de Delphi tem uma grande vantagem : sua localização geográfica no meio da montanha com uma vista para todo o vale e o Golfo de Corinto, impossível não se impressionar com o lugar em si sem contar lógico a história deste local que já foi uma cidade rica e com grande importância política no auge da cultura helênica.

 Como regra geral, antes de visitar qualquer sítio arqueológico em ruínas se deve primeiramente visitar o museu para poder entender melhor o modo de vida dos habitantes daquele lugar.

O museu de Delphi não decepciona e tem vários objetos interessantes com destaque para a Esfinge de Naxier (560 antes de Cristo) com seus imposantes 2.30 metros de altura, ela se situava no topo de uma coluna de 12 metros em frente ao templo de Apolo.

 Ela é com certeza o símbolo da beleza de toda Delphi. Outro grande destaque é o cavaleiro de bronze que está em perfeito estado, apesar de que quando foi encontrado sua cabeça estava a 10 metros de distância do corpo.

Por que Delfos é tão importante? Porque no auge do império helênico, era lá que Apolo foi cultuado e “consultado” através de uma sacerdotisa em transe que era capaz de ver o destino e recebia em troca várias oferendas e recompensas.

 

 O destino de Delphi serviu sempre como centro de peregrinação: hoje em dia de turistas e há mais de 3000 anos de homens de negócios, politicos que buscavam a opinião do Oráculo que com o tempo já sabia de todos os acontecimentos politicos de todos os lados ( apesar da pressão de Atenas, Delphi se manteve sempre com uma cidade neutra ).

A  foto clássica de Delphi é com certeza o templo de Atena com restantes 3 colunas ao invés das 20 originais.

 Mas as melhores fotos podem também ser tiradas do teatro que tem lugar para 5000 espectadores.

 A entrada para o museu e as ruínas custa 9 euros. Um dia é mais do que suficiente para Delphi, sua cidadezinha minuscula com 2400 habitantes tem duas avenidas principais onde se concentram todos os hotéis, lojas e tavernas.

 Ficamos no hotel Aiolos 45 euros por casal com um ótimo café da manhã e quarto com sacada.

Vista da nossa sacada para o Golfo de Corinto

De Delphi rumamos em direção a Napflion nossa próxima parada, já na peninsula do Peloponeso!