Monenvassia e Olympia

Também conhecida como a “Gibraltar do Mediterrâneo Oriental”, esta cidade é única no que se refere à sua posição geográfica. Monenvassia quer dizer “única entrada “, ou seja, só há um caminho de ida ou volta.

Na verdade esta cidadezinha é dividida em duas : a parte moderna, onde ficam as pensões, muitas tavernas e praias e a parte antiga que é acessível graças a uma ponte onde se localiza sua única entrada. Ela fica encrustada num rochedo de 300 metros e é cheia de cantinhos fotogênicos.

Chegando no centrinho de Monenvassia nota-se a influência veneziana-bizantina desta cidade do século 15 que teve seus tempos de glória com 50000 habitantes, hoje em dia sobraram só 50. Seu auge se deve a sua posição, pois servia como porto entre Itália e Constantinopla.

Aos poucos a cidade está sendo restaurada fiel ao seu estilo, mas há ainda muito a ser feito. Não há muitas opções de pernoite por lá, mas acredito que deva ser uma experiência e tanto.

Há também a possibilidade de subir à cidade alta de Monenvassia ( basicamente ruínas ), infelizmente no dia em que fomos, temperaturas proibitivas nos desmotivaram a tal façanha.

De qualquer forma vale a pena uma visita a Monenvassia  e pode ser um rápido bate e volta estando em Mani.

Olympia

Olympia foi nossa última parada “obrigatória” já rumando de volta em direção norte.

Para amantes de esporte, com certeza um lugar imperdível.  O interessante é se preparar o máximo possível para esta atração para entender melhor todo o complexo da cidade que ainda é hoje, o lugar onde a chama da tocha olímpica é acesa.

Assim como em Delphi, resolvemos ver o museu primeiro que dá uma boa idéia de como era tudo há 3000 anos atrás. Sua redescoberta só foi acontecer em 1723 onde restos do Templo de Zeus foram encontrados embaixo de 4 metros de terra.

É fundamental ter uma mapa de todo o complexo para se ter uma boa idéia, senão não dá pra imaginar muita coisa do que restou, além de visitar o museu antes das ruínas.

Quanto a beleza do sítio arqueológico em si, comparada com Delphi, Olympia foi uma decepção.

A entrada custa 9 euros ( museu+ruínas ).