Em se falando de fjordes, a maioria das pessoas já tem uma visao na cabeca que pode
ser esta:

Por que o Geirander é tao famoso? Foi esta uma das perguntas que eu mesma me fiz antes de comecar esta viagem. Bem, antes de mais nada a “marca” Unesco pesa e muito para colocá-lo no Top Five de atracoes na Noruega.

Até aí tudo bem, mas nem tudo que a Unesco tem na sua lista é tao imperdível assim, já tive algumas decepcoes. Mas o que faz o Geirander tao único é sua formacao.
Comparado aos outros fjordes, ele é bem estreito e suas “paredes” muito
íngremes com várias cachoeiras. Todo esse conjunto o faz muito fotogênico. Dá
para tirar fotos dele de vários ângulos: da balsa/navio, da Rota Dourada ou da
montanha Dalsnibba.

Na verdade Geirander é também o nome do pequeno vilarejo de 300 habitantes a borda do fjorde. O lugar em si nao tem nada de especial, vários hotéis e grandes
estacionamentos de ônibus que esperam os navios que desembarcam ali, enfim é
totalmente “pega-turista” com precos inflacionados e totalmente voltados ao
“turismo em massa”.

A única coisa que vale a pena ali é pegar a balsa que vai até Valldal que sai duas
vezes por dia ( 13.15 e 18.45 hs ) somente de 15 de junho a 15 de agosto.

O Geirander realmente é impressionante pela sua posicao geográfica, mas há tantos outros fjordes sem o “marketing” que sao tao bonitos quanto.

No próximo post a fantástica estrada Trollstigen!