Bem pertinho de Estocolmo ( cerca de 60 km ) está o  castelo de Gripsholm que passa despercebido no roteiro de muita gente, e pensar que a 45 minutos de carro ou 55 de trem, está uma atracao imperdível da Suécia.

Eu tive um interesse “literário” ao visitar este castelo, pois Gripsholm é também o título de um livro do escritor alemão Kurt Tucholsky.

Mas este passeio  nao é só para os fãs de literatura. A posição em si a beira do lago Mälaren na pitoresca cidadezinha de Mariefred contribuem para um visual totalmente bucólico suéco, anos luz do burburinho de Estocolmo.

Ele foi construído primeiramente como uma fortaleza em 1380. Em 1526 é confiscado pelo rei Gustav Vasa que o reforma totalmente, só a fachada dos muros são originais do século 12.

Desde o rei Vasa o castelo pertence à família real.

Dificil de acreditar: este belíssimo monumento  já serviu de prisão no século 18 !

Por dentro ele também nao decepciona. A mais antiga colecao de portraits do mundo com 4000 obras representa a evolucao dos diferentes estilos de pintura de 4 séculos .

A “cereja do bolo” é o belíssimo teatro do rei Gustav III, já tinha visto catedral dentro de  castelo, mas teatro, este foi o primeiro.

Enfim um bate-e-volta delicioso de Estocolmo, recomendo  para quem nao tiver tempo para explorar o interior da Suécia, Mariefried já dá uma boa idéia da atmosfera bucólica suéca com.

Aguardem mais posts sobre o interior da Suécia!