É assim que a Bulgaria gosta de ser conhecida, como o país das rosas e com uma certa razao pois 70 % do óleo de rosas vem deste país. E nao pensem que ele é barato ou fácil de ser fabricado. Um kilo deste óleo custa em média 5000 dolares no mercado internacional e é a matéria prima de muitos perfumes chiques franceses que conhecemos. Para conseguir esta quantidade é necessário de 3000 a 5000 kilos de flores ( mais de um milhao de botoes de rosas! )

A colheita é muito árdua e completamente manual feito na sua maioria por mulheres.

Um ótimo souvinier bulgáro sao os cosméticos feitos com rosa, acreditem tem até geléia(!) de rosa, eu só comprei um potinho para experimentar e me arrependi, é realmente muito boa. Mas tem também licor de rosa e como nao poderia deixar de faltar até pinga!

Tivemos um “gostinho” da presenca onipresente das rosas no Jardim Botânico de Baltschik.

A pequena cidade de Baltschik fica na costa do Mar Negro

Baltchik foi nossa primeira parada na Bulgária e é uma cidade pequena que cresceu nas montanhas íngremes a beira do Mar Negro. Mas este lugar nao é para quem prefere  praia mas sim um passeio ao longo no calcadao com vários cafés e restaurantes.

O jardim botânico de Baltschik fica encravado numa montanha

Ao lado do Jardim Botânico fica o Palácio de Verao da Rainha Maria ( prima da atual rainha Elizabeth ) construído em 1924.

O litoral do Mar Negro vem ganhando muito em popularidade no verao europeu pelos seus precos baixos e ótimo clima, mas nao era esse o meu foco nesta viagem.

Depois de um dia agradável em Balchik rumamos para o interior em direcao a Veliko Tarnovo. Mais detalhes a seguir!